quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Estação.


Mas, deixa a vida seguir.
Deixa ela continuar a caminhar, que assim tá bom.
Cada passo dado, será sempre um a frente.
Talvez o que eu deixei lá atrás me alcance e caminhe junto comigo de novo. Talvez não.
Mas os espaços pulados, as vagas desviadas, foi tudo necessário.
Os atalhos me ajudaram, os caminhos longos me ensinaram muito. Foram tortuosos; cansativos, mas cheios de aprendizado.
Deixa a Vida, que ela está cheia de vida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário