quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

I want you.


A faculdade me consome. E entre uma pesquisa sobre personalidade e uma aula sobre metonímia, vem esse vento forte me arrancando deste lugar. Me suga cada vez mais, esse céu azul pregado em cima de mim. Mais um cigarro pra comemorar a solidão. É a vontade que me bate. Enquanto me entupo de pensamentos inúteis, fico entre Bob Dylan e o sambinha rasgado do Eddie. Os dois me atingem no ato, me doem, com suas respectivas gaitas e pandeiros. Acertam em cheio um peito esburacado. Então me surge as lembranças de momentos que foram tão bons, tão bons; que ficam amargos por saber que não se repetirão. Odeio a nostalgia. Odeio (porque amo) as lembranças boas. E odeio saber que tenho que lutar mas sentir esse medo enorme de perder mais uma batalha.
(contra olhos de nozes).

Um comentário: