sábado, 22 de janeiro de 2011

Nem sempre dizer eu te amo é sentir amor

Você me perguntou, em meio a multidão que sorria e bebia líquidos anti-vergonha, se meu coração batia tão forte daquele jeito por causa da sua presença.

Eu neguei com a cabeça dando um sorriso sem graça, com gosto de despedida.
Era verdade, o que batia em meu peito era um coração rivoltrizado.
Foi aí que eu percebi que já não te queria mais. Queria só a mim.
É que nem sempre dizer eu te amo é sentir amor.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Trilha

Ando procurando um endereço dentro de mim mesma. E, sinceramente, espero nunca encontra-lo. Escolho os caminhos que meu coração mandar, porque mais importante que o destino é a direção.