sábado, 23 de abril de 2011

Au revoir

Acordei hoje e meu coração tava tão pesado que quase não me deixa levantar da cama.
A morte em si dói, a gente sente e eu senti muito por saber que a perdi. por saber que eu teria que lidar com isso pelo resto da minha vida, mas conviver realmente com isso dói o dobro, dói muito mais, a saudade dói, parecendo atacar e comer meu corpo todo.


quinta-feira, 7 de abril de 2011

Vida

A Vida, com todos seus sonhos vontades e tanto amor,
tem que ser maior do que uma vávula e uma veia.
A tua força de viver, tua coragem, teu amor sempre intenso
vai superar esse momento, tenho certeza Mãe.
Esperamos com toda vontade do Mundo de te cuidar.
com esse amor, que nunca cansa.