sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Sexta a noite

As saudades se acumulam
como montes de pedras roladas pelo chão
viver, cada dia, e sentir cada falta
momentos que queria reviver, re vi ver
não só dentro dessa caixa
queria resentir,
saudade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário